28
Dez 18

Bem Vindo

Realmente, temos de confessar a nossa culpa, que nos manteve silenciosos durante alguns meses nesta página que sempre escrevemos para os nossos leitores. A justificação é sempre a mesma que escutamos a todos: falta de tempo! Parece até que estas palavras fazem parte da cartilha onde todos nós aprendemos a ler em tempos mais ou menos distantes… e nos acompanharam por todos estes anos até ao HOJE!

         Mas é verdade: a falta de tempo vai sendo uma constante e, por vezes, chegamos a perguntar-nos se não seremos nós que estamos mais vagarosos. Será?!

         Mas hoje chegou o momento de vos dirigirmos umas palavras, queridos leitores, palavras a lembrar JESUS e o seu nascimento, esse mesmo Jesus que veio à Terra, para nos encaminhar para o Pai quando mais perdidos nos encontrávamos nos nossos caminhos… Honestamente, de cada vez que lembro que Ele deu a sua vida por todos nós – a Humanidade – para todos nos salvarmos, pergunto-me como é possível quer sabendo isto mesmo tenhamos já deixado passar quase dois mil anos continuando a acalentar o egoísmo, o orgulho, a falta de fraternidade que ainda nos movimenta a todos?

         É verdade, sim! e não vale a pena negá-lo, mas os últimos anos têm provado isto mesmo: parece que cada um de nós resolveu desistir de mostrar a sua “máscara pública” e passou a manifestar o egoísmo que, nas coisas mínimas mesmo, ainda comanda cada um! É muito triste reconhecê-lo mas, se cada um que ler estas palavras meditar sobre o sentido das mesmas, dar-me-á razão.

         Então, nestes votos que aqui registamos, de um Santo Natal para cada um, com JESUS no seu coração e no seu lar – porque o NATAL, o verdadeiro Natal é Jesus e não esse materialismo desenfreado que movimenta quase todos -, que Ele, o Menino Jesus da nossa infância – da infância de cada um de nós – possa deixar no nosso sapatinho o presente mágico que nos incentive a todos a estarmos mais atentos às nossas acções, de maneira a que o 2020 seja, na “história individual de cada um” o ano do empenho maior da eliminação do egoísmo da nossas vidas.

         E se realmente o quisermos, TODOS o vamos conseguir.

         Então, Feliz Natal para todos, com JESUS connosco – hoje e sempre!